Sobre pedir ajuda

Passo o dia pedindo ajuda no trabalho. Tenho tanto a aprender ainda que, com muito mais frequência do que gostaria, converso com algum colega pra tirar alguma dúvida ou saber o que fazer mesmo, quando estou totalmente perdida.

Adoraria já saber me virar sozinha, mas certeza que nunca vou saber tudo de tudo. Não me é difícil pedir ajuda, perguntar, dizer que não sei fazer sozinha. Não me sinto diminuída por isso, nunca insinuaram isso e sempre me ensinaram com a maior boa vontade, mesmo quando eu achava que, em posições trocadas, talvez eu já tivesse perdido a paciência comigo mesma!

Mas isso no trabalho. Em casa, ah, em casa.

No último fim de semana me dei conta de que acho tão difícil pedir ajuda! Fico desconfortável quando tenho que me despir do papel de sei me virar sozinha e dou conta de tudo. Aceitei uma mão oferecida, pedi outras quando precisei, e não doeu, não aconteceu nada errado, funcionou como funciona no trabalho.

Vai entender.

2 Comentários

Página 1 de 1
  1. Luma Rosa
    Luma Rosa 30 de janeiro de 2015 às 20:50 | | Responder

    Oi, Renata!
    Está certa em pedir ajuda, tanto em casa quanto no trabalho. No trabalho tem a questão do erro que pode trazer consequências e atrapalhar sua carreira. Não pedir ajuda, também pode fazer com que não entenda processos futuros ou até mesmo perder tempo procurando pela solução sozinha… Imagino que a questão “do sei me virar sozinha” está mais relacionada com a vida doméstica, já que somos educadas com um orgulho besta para sermos as perfeitas. Demonstrar fragilidade nos torna mais humanas e, de certa forma aproxima as pessoas. Você pede um favor e a pessoa se sente recompensada por te deixar feliz 🙂
    Obrigada por participar do aniversário do “Luz” e pela companhia nesses anos…
    Beijus,

Deixe seu Comentário