111 Comentários

  1. helio
    helio 10 de setembro de 2010 às 13:05 |

    ola sou pai de portador da EM resido em ctba parana meu filho descobriu que estava com EM depois que teve fortes dores de ouvido foi feito varios exames e foi constatado a EM ele faz 30 dias que se encontra hospitalizado para tratamento e numa busca acabei encontrando um milagre que em sp ribeirão preto ja esta sendo feito autroimplante da esquerose multipla onde podera reduzir o risco a zero so para orientar não ficar de mãos abanando neste site diz hospital de clinica entrem neste site vera a possibilidades da cura sim http://www.unineuro.com.br/website/index.php/publicogeral/pagina/486f9d69a28a1073f00babacc96840ed estamos dirigindo para este endereço para obter melhores resposta não vamos ficar so nas opiniao de medicos regionais vamos a luta que podemos sim ter otimos resultados deus e mais e pai jamais abandonara seus filhos tanto que deu seu filho por nos

  2. raquel sequeira felicio
    raquel sequeira felicio 10 de setembro de 2010 às 19:11 |

    oláaa!!
    eu sou estudande de fisioterapia e estou me fromando e o meu trabalho de conclusao de curso e sobre a importancia das pessoas conhecerem a esclerose multipla, onde iremos fazer uma pesquisa de campos , onde iremso aplicar um questionario, sendo que queriamos saber se existir um questionario ja pronto e cientificamente comprovado?e gostaria de saber mais e conhecer mais profundamante essa patologia.
    deste seja agardeço pela ajuda e atençao.
    parabéns pelo site.

  3. Robson Gêa
    Robson Gêa 13 de setembro de 2010 às 11:25 |

    Olá, Renata !

    Só passei para elogiar mais uma vez este trabalho, e dizer que fico muito feliz por saber que pessoas têm encontrado respostas neste site.

    Parabéns por doar um pouco do seu tempo, neste mundo onde a grande maioria só está de olho no seu próprio umbigo.

    Continuo seguindo em frente, estou muito bem graças a Deus !!!

    Apenas precisamos aprender a conviver com a EM.

    Ops !!! ia esquecendo, meu relato está mais acima é o 29.

    Um grande abraço à todos, e não desistam.

  4. larissa salgueiro da rosa figueira
    larissa salgueiro da rosa figueira 19 de setembro de 2010 às 22:23 |

    Oi gente, eu tenho 20 anos e tenho uma irmã gêmea bivitelina que foi diagnosticada com EM há poucas semanas, estou muito triste e preocupada com ela , como posso fazer pra ajuda-la? essa doença realmente não tem cura ? eu a amo muito e quero melhor a situação dela. Desde já agradeço a todos .

  5. rita daneres
    rita daneres 21 de setembro de 2010 às 21:21 |

    minha mae descobriu a uns 7 meses q tem em o primeiro sintoma foi a perca parcial por um mes da visao do olho esquerdo fez tratamento com corticoide e obteve melhora agora segue o tratamento fazendo exames gostamos muito de ver os depoimentos das pessoas pois assim fica mais facil para nos entendermos sobre a doença sobre os tratamentos e de como as pessoas se sentem sendo portadoras de em.

  6. Rosangela Maria Jovelli
    Rosangela Maria Jovelli 31 de outubro de 2010 às 11:07 |

    Oi Renata gostaria de estar recebendo sua ajuda,para eu poder ajudar um primo que está com a doença e obrigada Deus ilumine você.Beijos te adoro demais.

  7. Priscila
    Priscila 27 de dezembro de 2010 às 18:23 |

    Boa tarde,
    meu pai a 2 meses passou a ter tontura, visão que foi diminuindo ( hoje nao está enxergando quase nada) formigamento na perna e nao esquerda, fez ressonancia, colheu liquor e nao teve nenhuma alteraçao. Vários neurologistas acreditam que seja só estresse, porém o dr Cicero Coimbra de SP, especialista em esclerose, acredita que seja sim Esclerose multipla. Um surto pode durar mais que dois meses? Os sintomas desaparecem quanto tempo depois? Está snedo muito dificil, em cada lugar leio sobre algum assunto! Cada site fla lguma coisa, acredito que com quem realmente sofre com a doença seja mais facil saber o que realmente acontece e como funciona de verdade isso. Me ajudem por favor

  8. Jéssica Thamirys
    Jéssica Thamirys 20 de janeiro de 2011 às 20:17 |

    Minha mae ela é portadora de esclerose multipla, e muitas vezes ela se exclui, se “rebaixa”, fica colocando culpa de tudo que ocorre na vida dela na doenca!!
    Queria saber se voce tem alguns coselhos para me dar em relacao a isso. Ela as vezes se acha incapacitadae de fazer certas coisas, qe sabemos (eu e minha familia) que ela ainda pode fazer. Queria saber como me dar com isso. Se puder me ajudar, ficaria grata

  9. Helen
    Helen 22 de janeiro de 2011 às 20:41 |

    Olá Jessica, eu tenho EM descoberta em dezembro/2009, não direi que a vida é exatamente como era antes, tenho as minhas limitações, mas é possível sim conviver com a EM e ser feliz. Eu sou feliz e levo a vida respeitando minhas novas limitações.
    A Renata está certíssima ao dizer que o que vcs precisam é procurar uma associação que ajudem, deêm algum apoio extra nessa hora difícil.
    Tenha fé em DEUS e acredite, vcs vencerão essa batalha.
    Bj

  10. Elqui Crespo
    Elqui Crespo 17 de fevereiro de 2011 às 12:16 |

    Sou portadora de E.M. ha 2 anos. No começo foi muito dificil, praticamente impossivel ( pois achei que era o meu fim ). Mas, graças a Deus, dei a volta por cima, levo uma vida normal ( trabalho, dirijo, sou mãe, esposa, etc ) a minha vida hoje se resume em: antes e depois da descoberta da esclerose : e eu garanto que agora esta muito melhor, aprendi a valorizar cada segundo da minha vida, cada momento em familia agora tenho até uma cachorra (e vamos combinar que eh a GOLDEN RETRIEVER MAIS LINDA DO MUNDO , RSRSRSRSR) o principal eh : AMAR A DEUS E CONFIAR NELE…
    Ah só p/ deixar claro, faço tratamento médico, tomo Copaxone ( a dois anos), faço ressonancia com frequencia (meu médico eh maravilhoso Dr.Lecio, rezo sempre por ele), e a todos vcs eu desejo Coragem sempre, nada neste mundo pode ser maior que nossa força de vencer ! bjs p/ tdos vcs.

  11. Marcia
    Marcia 10 de março de 2011 às 1:12 |

    Oi,
    quero deixar meu depoimento,fui diagnosticada com EM, á 04 anos,
    de lá para cá os síntomas que tive desapareceram.
    COM A GRAÇA DE DEUS.
    o neurologista que eu passo 1 vez no ano , nem passou remédio.
    Mas faço a ressonância 1 vez no ano para acompanhamento dos ponto afetados.
    é uma doença que agente custa acreditar que seja incuravel.
    PARA DEUS NADA É IMPOSSIVEL.
    SOU MUITO GRATA A DEUS.

  12. Astrid
    Astrid 31 de março de 2011 às 18:07 |

    olá Renata e demais pessoas do blog

    Tenho 31 anos e fui diagnosticada com EM, em outubro de 2010 após uma peregrinação de uns 4 anos a diversos consultórios médicos, incluindo neurologistas, para tentar descobrir o q eu tinha.
    Bom, agora eu sei rsrsrsrsrs,estou tomando rebif (betainterferona) e as lesões que tinha no cérebro foram cicatrizadas graças a Deus. Porém, apesar das lesões terem cicatrizadas ficaram algumas sequelas como: a falta de equilíbrio, parestesias (sensação estranha nas pernas) e nistagmo (movimento involuntário dos olhos).
    Bem, sou evangélica desde bem nova, 10 anos de idade, e sempre entreguei toda a minha vida pra Deus administrar. E digo q Deus tem administrado tudo na minha vida com muita propriedade. Sempre estive bastante envolvida com as atividades da igreja e nunca deixei de ir atrás de meus objetivos.
    Mesmo sem saber o que eu tinha me formei em 2 cursos superiores, fiz curso de inglês, uma pós-graduação e hoje trabalho no serviço público. Ainda vou arriscar um mestrado.
    Digo q em tudo Deus deve estar no controle e devemos entregar a nossa vida nas mãos de Deus que Ele fará o restante.

    Que Deus possa abençoar sua vida e de todos que aqui postaram msgs!!

  13. leonice s. deimling
    leonice s. deimling 11 de maio de 2011 às 16:58 |

    OLÁ RENATA,
    TENHO UM FILHO DE 9 ANOS COM EM, JA ESTA ACAMADO, BASTANTE DEBILITADO,.
    SEI QUE A DOENÇA É MUITO RARA NESTA IDADE.
    GOSTARIA DE SABER DE EXISTEM OUTROS REGISTROS DE PESSOAS QUE TENHA EM NESTA FAIXA ETARIA.
    FIZEMOS DUAS TENTATIVAS DE TRATAMENTO (COPAXONE E INTERFERON REBIF) MAS NAO OBTIVEMOS RESULTADOS.
    SE TIVER ALGUMA COISA QUE POSSO ACRESCENTAR NO TRATAMENTO DO MEU FILHO PARA MELHORAR A QUALIDADE DE VIDA, ESTOU SEMPRE DISPOSTA.
    ABRAÇO
    LEONICE (MAE)

  14. Rosana Mendes Machado
    Rosana Mendes Machado 11 de maio de 2011 às 17:00 |

    DESCOBRI Q TENHO EM A 4 MESES ;ENTREI EM DEPRESAO , NAO SABIA O QUE ERA ESTA DOENÇA .SO O MEDICO ME DISSE Q ERA UMA DOENÇA GRAVE E Q PRECISARIA DE MUITO TRATAMENTO ,TENHO MUITO POUCA INFORMAÇAO SOBRE A DOENÇA E GOSTARIA DE SABER MAIS SOBRE ? FIS A PULÇAO MAS A EMFERMEIRA ESQUECEU A COLETA NA GELADEIRA ,O MEDICO DIS Q AGORA NAO ADIANTA FAZER NOVAMENTE POIS JA COMEÇOU COM O TRATAMENTO SERA POSIVEL ISSO? TEM 43 ANOS A MINHA VISAO ESTA RUIM ,A PERNA NAO OBEDESE MUITO A MAO DIREITA TAMBEM ,MAS TENHO MUITA FE EM DEUS ,SO ESTOU PRECISANDO DE ESCLARECIMENTOS OBRIGADO.

  15. Anapaula Barros
    Anapaula Barros 15 de maio de 2011 às 12:33 |

    Olá,pessoal!! Tenho esclerose há 3 anos tenho 33 anos e 2 filhos ,uma de 7 anos e um de 1 ano. Essa minha última gravidez eu só descobri no segundo mês e estava fazendo uso do Avonex, mas graças a Deus tive um gestação super tranquila e um bebê lindo e saudável.Gente, meu marido fez um site para nossa associação aqui de Manaus-Amazonas e sou eu a responsável por tudo que tem no site,espero que vcs nos visitem e gostem….
    http://www.apeam-manaus.com.br Abraços , saúde e força a todos

  16. Edgar Duarte
    Edgar Duarte 16 de maio de 2011 às 19:24 |

    Oi Renata tdb com vc, eu sou um portador da e.m.p.p, e já faz
    14 anos que eu tenho a e.m ela não mata, a que mata é a eslerose
    multipla lateral amiotrófica ( ela ), que a pessoa dura só 5 ano mais
    não fica aflita, porque nós venceremos esta guerra.
    abraços.

  17. Gabriella Major
    Gabriella Major 18 de maio de 2011 às 13:13 |

    Bom Dia Renata!

    Gostei muito do seu blog! Também tenho como companheira inseparável há 8 anos a EM e hoje me dou muito bem com ela!
    Quando foi identificada a doença em mim, comecei um blog, mas as postagens e ignorâncias eram tantas que mais me punham para baixo do que me ajudavam!
    As pessoas viam no meu blog um muro de lamentações e despejavam seus corações e almas, e eu, que na época procurava compartilhar meu problema e conseguir mais informações e, talvez até apoio, acabei virando um pára-raios de toda sorte de problemas e pessoas, e por não ter condições psicológicas de absorver tudo isso, acabei desistindo!
    Fico muito contente em ver que esta situação mudou nos dias de hoje!

    Renata, você ou alguma das amigas portadoras dê EM já tentaram algum tratamento alternativo como a fitoterapia? Pergunto, pois há mais ou menos um ano, por indicação de um hoje amigo meu, o Felipe (também portador de EM que conheci pela net), conheci um Fitoterapeuta em Sampa com o qual o Felipe já vem se tratando há uns três anos e eu agora há um ano.
    O Felipe praticamente não andava mais e não tinha força muscular nenhuma e eu estava quase no mesmo patamar dele.
    Ambos conseguimos excelentes resultados com o nosso Maguinho (gentilmente falando, pois o cara é grande pacas, rsrsrs).
    O Felipe melhorou sua fala em 80%, voltou a caminhar, fazer pilates, academia, natação, inclusive a dirigir. Eu, ainda não evoluí tanto, mas não tive mais surtos e consegui voltar a dirigir e trabalhar. Estou fazendo natação e hidroginástica!

    Não abandonamos o nosso tratamento com a medicina tradicional, porém com a Fitoterapia conseguimos grande aumento na qualidade de vida, na disposição e força para enfrentar os problemas!
    Vale à pena tentar! Sei que o nosso fitoterapeuta também tem muitos outros portadores de EM como pacientes, bem como portadores de muitas outras doenças, e todos que encontro sempre relatam grandes vantagens e melhorias que tiveram com a terapia.

    O psicólogo do meu grupo no hospital onde faço tratamento médico, sempre me pergunta onde arrumo forças para estar sempre sorrindo apesar da EM, e sempre respondo o mesmo: Porque melhorei muito e estou em condições de lutar contra a minha companheira EM e que Rir e Ser Feliz é o melhor remédio para mim!
    Caso queira entrar em contato comigo, meu email é gabriella_major@terra.com.br,

    Beijos e Sucesso sempre!!!

    Gabi

Os comentários estão fechados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.